Manual da Brincadeira para pais e educadores

sábado, 5 de março de 2011

Acionadores

Acionador para acesso ao computador
Os acionadores são utilizados para facilitar o acesso dos usuários ao computador, aos comunicadores ou aos brinquedos adaptados.

Acionador com brinquedo adaptado
Acionador com comunicador de voz

Podem ser utilizados diferentes acionadores dependendo da possibilidade motora, cognitiva e visual do usuário.

Acionadores industrializados

Acionadores artesanais

Mouse com adaptação para funcionar como acionador
O terapeuta ocupacional é o profissional indicado para avaliar as possibilidades e necessidades do usuário, e fazer a indicação do recurso mais adequado.

5 comentários:

  1. parabéns ,essas tecnologias dão um suporte muito valioso para alunos com deficiência.

    ResponderExcluir
  2. Carmem, obrigada por seu comentário. Um abraço,
    MIryam

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Dra Miryam! Tenho uma sobrinha de 1 ano e 6 meses com questões motoras e, consequentemente, dificuldades na comunicação. Fiz uma diciplina (2005)com a Profª Leila Nunes sobre comunicação alternativa na UERJ onde tive contato com a senhora. hj, vasculhando a internet para ver possibilidades de compra de acionadores, programas de comunicação alternativa etc., achei seu blog. Gostaria de receber uma luz!! Algum lugar para avaliação terapeutica, onde adquirir esses materiais... Ela recebeu indicação da fisioterapeuta para atendimento com TO, fono e equitação. A UERJ ou UFRJ possuem centros de atendimento? Estudo de casos? algo possível?? Desculpe a invasão, mas cada dia que passa perdemos uma chance de melhora p/ ela!! Obrigada!! Márcia

    ResponderExcluir
  4. Márcia, o IPPMG é a unidade de atendimento infantil da UFRJ. Para realizar atendimentos de Terapia Ocupacional lá a criança precisa ter um prontuário na unidade que é aberto por um dos médicos do serviço. Um abraço, Miryam

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, Professora Miryam Pelosi!
    Sou fisioterapeuta na cidade de Porto Alegre/RS e atualmente estou atendendo um paciente com PC de 27 anos.
    Lembrei sobre uma palestra que foi ministrada no Centro Universitário Metodista do IPA, sobre tecnologia assistida,onde nos apresentaram um programa de PC interativo com o paciente. Esse programa era acionado pelo comando da cabeça do paciente, onde era acoplado um acionador para isso!
    Pensando no melhor atendimento ao paciente, creio que a ajuda de uma T.O seria imprescindível! Mas gostaria de saber se esse programa que foi apresentado exige um mínimo de condição clínica do paciente para ser usado ou pode ser adaptado às necessidades de cada paciente. O paciente que atendo comunica-se apenas por olhares, movimento da cabeça! Não movimenta os membros superiores e inferiores!
    Gostaria muito de sua ajuda, sugestão, para que pudesse oferecer o melhor para meu paciente.
    Forte abraço!

    Caciano R.Z.Fernandes

    ResponderExcluir